Doenças nas articulações

A rigidez é a sensação de que o movimento da articulação está limitado ou difícil. A rigidez articular é causada por inflamação ou doenças articulares, como a osteoartrite e a osteoporose.
A osteoporose tem se tornado uma causa dominante de morbidade e mortalidade ao redor do mundo. Ela é definida como uma doença progressiva esquelética, caracterizada pela diminuição da massa óssea (osteopenia) e deteriorações micro arquiteturais, resultando no aumento da fragilidade óssea e do risco de fraturas.

A osteoartite, também conhecida como artrose ou artrite reumatoide, é uma doença autoimune que causa rigidez, dor e inflamação nas articulações. A osteoartrite envolve o crescimento dos osteófitos (chamados de “bico de papagaio” quando aprecem na coluna) e a degeneração da cartilagem de uma articulação. É a causa mais comum de dor articular em adultos com mais de 45 anos.
Quando não é tratada, essa dor e inflamação nas articulações podes evoluir para graves problemas de mobilidade afetando a qualidade de vida dos pacientes. Diferente do que se pode imaginar, não é somente a terceira idade que precisa ficar atenta, àas dores nas articulações podem atingir qualquer faixa etária.

A saúde articular

Os ossos e articulações são compostos principalmente por colágeno, que confere suavidade estrutural, e fosfato de cálcio, mineral que fornece força e dureza à estrutura óssea; essa combinação de colágeno e cálcio faz com que o osso seja forte e flexível, suportando o estresse mecânico.
A força dos ossos depende não somente da quantidade de mineral ósseo, mas também da qualidade, que é caracterizada por diversos fatores, incluindo a concentração de colágeno (e qualidade). O colágeno promove elasticidade e estrutura em todos os tecidos do organismo. O colágeno funciona como um suporte ou “local de ligação” para minerais, como o cálcio. Quanto mais colágeno, maior a área disponível para a ligação dos minerais.

Como preservar as articulações?

Controle o peso
Estar acima do peso pode aumentar a pressão sobre as articulações. O aumento de peso também pode alterar a maneira de andar da pessoa, intensificando as dores. Além disso, a obesidade normalmente está associada a hábitos sedentários e músculos menos tonificados – fatores que pioram a sobrecarga nas articulações. Uma alimentação saudável e exercício físico regular são essenciais para manter as articulações saudáveis.

Faça exercícios

A prática de exercícios físicos é essencial para manter as articulações funcionando bem, já que as eles ajudam a melhorar o equilíbrio e controlar o excesso de peso. Além disso, exercícios que fortalecem os músculos diminuem a sobrecarga nas articulações e favorecem o alívio de dores. Músculos fortes dão maior estabilidade ao corpo, tirando a tensão das articulações.

Alongue-se com mais frequência

A maioria das pessoas alonga-se um pouco antes ou depois de uma atividade física, mas o alongamento deve ser incorporado em sua rotina diária. Faça pausas durante o dia para manter seu corpo flexível e articulações com movimentos adequados.

Faça suplementação

É importante se prevenir o quanto antes, com o objetivo de evitar que chegue ao estágio de desgaste ósseo, e diminuir o risco de fraturas. Uma opção para evitar os sintomas da osteoporose e garantir mais qualidade de vida é o uso de BioSil™. Ele auxilia na reposição dos minerais perdidos pelos ossos e cartilagens, para mantê-los fortes. Por ser um silício orgânico, ele vai ajudar o corpo a produzir colágeno, uma proteína que, nos ossos, serve como uma superfície de ligação para minerais como o cálcio, aumentando assim sua força e resistência.

Previna-se!