7 Efeitos da poluição sobre a pele

Atualmente, quase todas as grandes cidades sofrem com os danos da poluição do ar.
A convivência do ser humano com a poluição implica em efeitos maléficos para a saúde como o aparecimento de doenças cardiorrespiratórias (asma, bronquite, etc). Mas, além disso, a poluição tem um impacto muito significativo também na saúde da pele. Saiba quais são os 7 maiores efeitos da poluição sobre a nossa pele, e como combatê-los:

1. Alergias e/ou irritação
Um dos problemas de primeira identificação relacionados à exposição da pele à poluição é o aparecimento de alergias ou irritações, também conhecidas como dermatites. As dermatites são inflamações da pele que levam ao aparecimento de lesões, vermelhidão e inchaço, acompanhados de coceira. Há diversas formas de controlar as dermatites, sendo que o mais importante é cuidar constantemente da pele, com uma rotina de limpeza profunda e adequada hidratação. Manter uma alimentação equilibrada também é essencial para fortalecer o sistema imunológico e combater adequadamente os agentes infecciosos que podem causar alergias.

2. Entupimento de poros
Os poros são pequenos orifícios da pele por onde nosso corpo elimina secreções naturais como o suor e o sebo. Quando essas secreções, somadas à sujeira do ar, acumulam-se na pele, o resultado é a obstrução dos poros, que pode levar a problemas como a acne. Esse problema, apesar de incômodo, é mais simples de resolver do que parece. É muito importante realizar esfoliações frequentes (ao menos 1 vez por semana), utilizar tônicos e soluções adstringentes e hidratação diária. Também é essencial remover adequadamente maquiagens, para que os resíduos não agravem o caso.

3. Aumento de radicais livres
Em condições normais, os radicais livres são importantes para o funcionamento do organismo, mas em excesso, passam a atacar células sadias, causando destruição das mesmas e danificando as camadas da pele, enfraquecendo suas estruturas. Os poluentes ambientais contêm altas concentrações de agentes oxidantes, induzindo ao estresse oxidativo da pele (aumento da concentração de radicais livres). O consumo de alimentos ricos em antioxidantes, como frutas (principalmente as cítricas), azeite de oliva, ômega 3 (muito presente em peixes como salmão, atum e sardinha) e oleaginosas (castanhas), é um forte aliado no combate ao estresse oxidativo.

4. Perda de hidratação/ressecamento da pele e mucosas
Os agentes oxidantes presentes no ar, como mencionado anteriormente, provocam o estresse oxidativo da pele e suas estruturas. Dessa forma, o envelhecimento precoce é intensificado, resultando na perda de hidratação ou ressecamento da pele e mucosas (parte interna da boca, nariz e olhos). Esses efeitos são potencializados pelo aumento da degradação de colágeno, causado também pelo estresse oxidativo, onde os radicais livres atacam as fibras de colágeno. É imprescindível o uso correto do filtro solar diariamente, e manter a rotina de limpeza e hidratação da pele, protegendo assim suas estruturas. Também é importantíssimo consumir ao menos 2 litros de água por dia, para manter seu organismo hidratado.

5. Aumento de rugas e linhas de expressão
Assim como os radicais livres promovem o ressecamento da pele, junto a isso eles ainda contribuem para o aumento das rugas e linhas de expressão. Quando acontece o ataque dos radicais livres às fibras de colágeno, nossa pele perde elasticidade e firmeza. Junto à perda de água (ressecamento), também perdemos vitaminas e minerais importantes para a manutenção da pele, deixando-a mais fina e susceptível à entrada de agentes infecciosos que podem causar alergias e/ou inflamações (como já citado anteriormente).

6. Fragilidade de cabelos e unhas
As partículas de sujeira contidas no ar poluído podem se prender aos fios e causar ressecamento e opacidade. Além disso, a poluição pode obstruir os poros do couro cabeludo, e provocar coceira, descamação e até a queda dos cabelos. Algumas toxinas encontradas no ar podem causar alterações na raiz capilar, provocando inflamações e bloqueando alguns mecanismos que produzem as proteínas que compõem os fios, enfraquecendo-os. É fundamental realizar a lavagem diária dos fios (ou, no máximo, em dias alternados), a fim de impedir o acúmulo de agentes poluentes e o excesso de oleosidade no couro cabeludo. Se você vive em grandes centros, com altas concentrações de poluição, é recomendado o uso frequente de shampoos anti-resíduos.

7. Câncer de pele
Nosso planeta é envolvido por uma “capa” de gás, chamada camada de ozônio, que protege a Terra de vários tipos de radiação, sendo a principal a radiação ultravioleta (UV). Nas últimas décadas, graças ao constante aumento da emissão de gases poluentes, essa camada vem sendo destruída, provocando o aumento da irradiação de raios UV, um dos principais causadores do câncer de pele. Isso acontece pois os raios UV provocam danos nas nossas células, causando mutações no DNA, que podem, com o tempo, evoluir para um câncer de pele.

Além de todos esses cuidados, ainda podemos lançar mão de suplementos de vitaminas e minerais, que vão fortalecer nosso corpo, protegendo-o ainda mais contra os danos externos. BioSil™ é um complexo de silício orgânico que tem a capacidade de estimular as nossas células a produzirem mais colágeno. O silício é um mineral essencial para o correto funcionamento dos fibroblastos, células responsáveis pela produção do colágeno. Dessa forma, BioSil™ promove melhora de tecidos como a pele, o cabelo e as unhas, aumentando a produção de colágeno nessas regiões, tornando-as mais fortes e saudáveis. Ele também contribui para a saúde dos ossos e articulações, regiões também muito ricas em colágeno, além de promover bem- estar para o indivíduo como um todo.

Além de ser um produto orgânico, BioSil™ entrega o silício na sua forma totalmente biodisponível e pronto para ser absorvido, graças à sua tecnologia ch-OSA™, além de sua forma exclusiva de beadlets, um revestimento que protege a mantem o complexo inalterado até atingir o intestino, local de absorção de minerais. BioSil™ ainda conta com um suporte de mais de 20 anos de investimentos em tecnologia e pesquisas clínicas, tudo isso para garantir e comprovar seus efeitos benéficos.