Por: Victor Sorrentino
Na Medicina Funcional, a suplementação é utilizada no sentido de somar. Afinal, sabemos que hoje é muito difícil de encontrar uma concentração adequada de nutrientes nos alimentos. Aliado a isso, está a necessidade de uma alimentação balanceada no dia a dia; qualquer um que trabalhe bastante hoje, tem dificuldade para se alimentar corretamente.
Existem ainda alguns suplementos que conseguem ultrapassar a capacidade dos alimentos. É o caso do Biosil™, por exemplo: apenas através de seu uso já é possível ultrapassar a capacidade de conseguir na alimentação aquela quantidade em utilização diária.
O suplemento vem na forma que o ser humano biologicamente foi programado para receber. Por isso, quando se evolui um micronutriente, como é o caso silício (Si) na forma de ácido ortosilícico (Biosil™), se evolui em encontrar uma forma que seja o mais biológica possível, ou seja, que o corpo consiga reconhecer. Assim, asseguramos que o corpo receba uma substância que é o mais próximo o possível de um alimento rico nesse micronutriente.
Portanto, Biosil™ pode ser indicado para aquele indivíduo que apresente um cabelo de má qualidade, uma pele que não está hidratada, mas que através de exames e de conversa durante a consulta, percebemos que está se alimentando bem, tem um sistema endócrino funcionando corretamente e tem boa hidratação.

Com o passar do tempo, é preciso ter uma quantidade suficiente de silício para que o corpo tenha sempre disponível em um momento de necessidade para a pele ou para o cabelo. Como essas são estruturas que nosso organismo considera menos vitais comparando a órgãos vitais como o coração, por exemplo; toda a vez que faltar um nutriente, ele vai faltar para o que seja aparentemente menos vital, como o cabelo. Porém, isso diminui muito a qualidade de vida de das pessoas, porque essa falta pode estar acontecendo em outras partes do organismo também. E a suplementação supre todas essas necessidades.

Ainda tem dúvidas sobre BioSil™? Entre em contato pela nossa página do Facebook: Facebook/biosilbrasil